Nos últimos tempos, a tecnologia já está mais que enraizada na sociedade. Hoje, com a presença da internet e de aparelhos de última geração, é possível navegar, conhecer e até fazer milhares de coisas diferentes sem sair do lugar. É aí que entra o conceito de casa inteligente.

Como é um termo novo que vem ganhando cada vez mais espaço, muita gente tem dúvidas sobre a casa inteligente. Por isso, a equipe do Eblog preparou esse artigo recheado de informação para responder o que é, as vantagens e como é possível ter uma residência assim. Confira!

O que é uma casa inteligente?

Já imaginou chegar em casa depois do trabalho e, em poucos minutos, ter a sala de estar com o clima perfeito para descansar e aproveitar? Bom, e se eu contar que com uma casa inteligente isso é possível?! 

A casa inteligente, também conhecida como casa conectada, é um conceito moderno, que surgiu para auxiliar as pessoas no uso da mais alta tecnologia. De modo geral, ela se define como uma residência automatizada, com métodos para que algumas funções sejam executadas sem intervenção humana. 

Ou seja, em um domicílio conectado, o residente deve apenas programar os aparelhos de onde estiver, para começarem e pararem as tarefas em determinados momentos. Essa programação acontece pelo aplicativo do próprio produto ou por uma assistente virtual, como a Amazon Echo e a Homekit da Apple.

Principais vantagens de ter uma casa inteligente

Com a popularização do termo, além de saber do que se trata o projeto casa inteligente, é importante se inteirar do que mais ele proporciona. Pensando nisso, aqui estão os principais benefícios de optar por essa modernização: 

1. Segurança

Em uma casa conectada, além de automatizar as tarefas diárias, é possível aplicar a tecnologia nos serviços de segurança. Entre eles, há recursos como: fechaduras inteligentes, sistema de vídeo e sistema de alarme, que garantem ainda mais proteção aos proprietários.

Em alguns casos, sistemas também podem notificar o morador sobre situações atípicas acontecendo na propriedade. Por exemplo, se acontecer um conflito ou alguém não autorizado tentar entrar na residência, o proprietário será informado de onde estiver. 

2. Conforto e bem-estar

Com a facilidade que a automatização proporciona, conforto e bem-estar é o que não faltam em uma casa inteligente. Devido à possibilidade de programar diferentes tarefas de onde estiver, os moradores de lares conectados têm mais tempo para relaxar e desfrutar dos momentos de descanso. 

Por exemplo, não há a necessidade de se levantar da cama nos dias frios para ligar o aquecedor ou fazer o café da manhã. Apenas com um toque no smartphone ou tablet mais próximo, tudo isso será programado e feito sem muitos esforços. 

3. Economia

Apesar do custo alto dos próprios eletrônicos que moldam moradia, alguns deles são capazes de gerenciar o gasto de energia, o que favorece a economia. Com isso, é possível controlar alguns dos aparelhos, como uma lâmpada inteligente ou ar condicionado, para que sejam desligados após executarem funções. 

4. Praticidade e otimização de tempo

Gastar tempo fazendo tarefas durante um dia todo?! Com um lar automatizado, isso não é mais necessário. As diversas opções de aparelhos automatizados, que vão desde máquinas de lavar até luminárias, otimizam o  tempo de forma prática.

Basta programar rotinas completas pelo aplicativo da assistente virtual ou dos próprios eletrodomésticos para tudo andar de forma prática e poupando o tempo.  Ainda  é possível marcar o horário em que tudo isso será feito e monitorar as tarefas até elas acabarem. 

Casa Inteligente: como transformar a sua em uma?

Antes de pensar em como deixar sua casa inteligente, com todos os benefícios e vantagens citadas acima, é importante idealizar em qual nível e forma será a automação dela.

Sendo ampla, integrando diferentes cômodos, ou menor, envolvendo somente um ou dois ambientes, ter em mente a proporção da automatização é primordial para transformar a propriedade. 

A tarefa mais importante é pensar na aquisição dos dispositivos para casas inteligentes. Seja uma televisão ou um aspirador de pó, é necessário que todos esses aparelhos sejam conectados à internet e compatíveis com o programador.

Com a compra dos aparelhos, a transformação já está quase feita. Basta instalar e vincular cada um deles a um sistema de casa inteligente, configurando as funções a serem executadas de acordo com a necessidade da residência e dos moradores. 

Fique por dentro das novidades com os conteúdos do Eblog!

Agora que você já está por dentro do que é uma casa inteligente, que tal aprender um pouco mais com os conteúdos do EBlog? Aqui você encontra desde explicações sobre os conceitos modernos da arquitetura até dicas de como criar uma decoração neon em casa. Aproveite!