No ambiente de trabalho ou no nosso lar, é comum passarmos anos usando as mesmas cadeiras. A qualidade da sua cadeira usada, pode influenciar diretamente a sua saúde e bem-estar, é preciso ficar atento para perceber o momento certo de trocá-las. Mas, como escolher a cadeira ideal? Calma que a gente explica!

Você sabia que a sua cadeira possui prazo de validade?

O tempo de vida médio de uma cadeira de qualidade gira em torno de 5 anos, considerando o uso correto e apropriado. É necessário levar em consideração as suas necessidades, como: a cadeira adequada para sua rotina, o cuidado com o produto e o ambiente. 

Certifique-se do peso estimado que ela irá comportar, assim, é possível escolher uma cadeira compatível para o seu uso. E não se esqueça de sempre realizar a limpeza necessária no seu produto, pois também é essencial para a sua durabilidade. Mas, quando trocar de cadeira?

 

5 sinais de que você precisa trocar sua cadeira:

Mesmo quando apresentam problemas, acabamos nos reajustando ou recorrendo a uma frequente manutenção de cadeiras. Como por exemplo, a manutenção de cadeiras giratórias. Então, separamos alguns sinais que vão te ajudar a identificar, no seu espaço, se já está na hora de trocar aquela cadeira usada. Fique ligado!

1. Identidade 

Quando o ambiente não representa os valores, os conceitos e a imagem que  quer passar, a luz vermelha se acende. É preciso que o ambiente tenha personalidade. Assim, conhecendo as tendências do momento e analisando quais se adaptam às suas necessidades, podemos aumentar a sua produtividade e o seu bem-estar. 

2. Aparência das cadeiras

Com o uso frequente, é possível que superfícies manchadas, espumas desgastadas ou cantos lascados se tornem um incômodo. Se essas coisas já aparecem na maior parte dos itens, é hora de pensar em  trocar de cadeira. Um ambiente assim pode influenciar negativamente a sua saúde e o seu bem-estar. 

3. Composição do ambiente

Cada dia há uma tendência de design e decoração nova, e chega um momento em  que nada parece combinar com o seu ambiente. Se você percebe que o ambiente tem estilos diferentes, que não conversam entre si, ou decoração destoante, vale a pena renovar o mobiliário.

4. Funcionalidade e ergonomia

Devem ser priorizadas em qualquer ambiente para que você consiga exercer suas atividades com conforto e agilidade, sem prejudicar a saúde e o bem-estar. A cadeira ergonômica permite que nos sentemos confortavelmente, em posição de equilíbrio, ajudando a manter a boa postura.

5. Alto custo de manutenção

Cadeiras e estofados costumam exigir maiores cuidados, e alguns móveis também pedem reforço na estrutura para aguentar a rotina do seu dia a dia. Exemplo disso é o alto custo para uma manutenção de cadeiras de escritório. 

Se você percebe que esse custo de manutenção está alto ou a demanda de conserto é frequente, vale a pena pensar na troca. Muitas vezes, o investimento em móveis novos sob medida traz a melhor relação custo-benefício.

Dica bônus – Como escolher a cadeira ideal?

A cadeira ergonômica permite o conforto e equilíbrio, ajudando a manter a boa postura. Porém, você pode ter o conforto, a durabilidade e a ergonomia sem abrir mão das tendências e design do momento. Mas ao que você deve se atentar na hora de comprar cadeira? Confira!

 

  • Altura e estrutura do assento: o assento deve ser liso, facilmente ajustável para que a altura possa atender perfeitamente às suas necessidades.

 

  • Largura e profundidade do assento: a cadeira ergonômica deve ter profundidade e largura suficientes para suportar, com conforto, o seu peso.

 

  • Suporte lombar: é importante que o suporte permita o encaixe das costas, exigindo menos esforço da serviçal para manter-se em boa postura.

 

  • Apoio de trás: o apoio traseiro (encosto da cadeira) deve ser ajustável tanto para frente quanto para trás;

 

  • Material do assento: o material do assento e do encosto pode ser acolchoado, mantendo o conforto mesmo em períodos extensos de trabalho;

 

  • Apoio dos braços: quando a cadeira ergonômica possuir apoio para os braços, ele também pode ser ajustável;

 

  • Rodízios: a cadeira ergonômica deve rodar facilmente, sem esforços, não importando o tipo de piso, mantendo a agilidade das suas movimentações,

 

  • Estabilidade: Para uma boa estabilidade, é recomendável que a cadeira tenha uma base contendo cinco pontos (ou cinco estrelas).

 

É preciso saber que uma cadeira usada não serve para atender a todos de maneira eficaz. As dimensões dos corpos são diferentes, por isso, é preciso ajustar corretamente o seu assento. Para cada tipo de atividade existe um tipo de cadeira ergonômica. Certifique-se das suas necessidades para o seu melhor desempenho.

Cadeiras ergonômicas são versáteis, flexíveis e confortáveis. Permitem que você desempenhe suas funções sem ficar extremamente cansado, com dores lombares. O investimento em uma cadeira ergonômica se reverte em um aumento na sua produtividade, qualidade de vida e bem-estar.

Tenha a melhor qualidade e ergonomia no Ecadeiras!

Após descobrir quando é a hora certa de trocar sua cadeira usada por uma ergonômica, compre já a sua com o e-cadeiras. Aqui, você encontra diversos modelos design e office que vão te ajudar nessa nova fase, e ainda conta com atendimento personalizado. Acesse e aproveite!

Compartilhe com os seus amigos e nos siga nas redes sociais para ficar por dentro de muito mais conteúdos como esse!